Câmara de Dormir: D. Catarina

Esta câmara seria provavelmente uma câmara de dormir, dada a parecença com a «câmara de dormir» do Duque de Bragança, situada na ala nascente. A sua menor dimensão permitia criar no quarto um ambiente mais acolhedor e ameno nas noites mais frias.

Não sabemos a quem estava destinado este quarto, mas, dado existir no acervo do Paço um retrato de D. Catarina de Bragança (1638-1705), passou a designar-se «quarto de dormir: D. Catarina de Bragança».

D. Catarina, infanta de Portugal, era filha do rei D. João IV e de D. Luísa de Gusmão. Casou, em 1662, com o rei Carlos II, passando a Rainha Consorte do Reino da Inglaterra, Reino da Escócia e Reino da Irlanda. Alguns anos depois de enviuvar voltou a Portugal (1693), onde faleceu, no seu palácio da Bemposta, em 1705.

Levou para a corte inglesa alguns dos costumes portugueses, sendo-lhe atribuída a divulgação em Inglaterra do hábito de beber chá a meio da tarde, o uso do garfo à mesa e o gosto pela compota de laranja (que os ingleses designam marmalade).

Nesta câmara de dormir exibe-se mobiliário e pintura dos séculos XVII e XVIII.