NORMAS DE VISITA E RESTRIÇÕES À ENTRADA

Prioridade à entrada de grupos com guia.

Têm prioridade na aquisição do bilhete de entrada no Paço dos Duques e Castelo de Guimarães, os grupos com guia que adquiram um único bilhete, das diversas categorias existentes.

Não terão prioridade os grupos, ainda que acompanhados de guia, que pretendam entrar adquirindo bilhete individualmente.

Essa prioridade aplica-se apenas na aquisição do(s) bilhete(s). A entrada no espaço museológico segue a ordem de chegada, não tendo os grupos em questão prioridade sobre os visitantes individuais ou sobre os grupos acompanhados pelos técnicos do Serviço Educativo do Paço dos Duques.

A entrada no Museu e o percurso da visita têm, obrigatoriamente, de ser feitos seguindo as indicações dos vigilantes do Paço dos Duques e do Castelo.

Só é permitida a alteração do percurso normal de visita, em situações excecionais, e somente a grupos acompanhados pelos técnicos do Serviço Educativo do Paço dos Duques.

Restrições à entrada

  1.  É proibida a entrada no Paço dos Duques aos visitantes acompanhados de animais à exceção de cães guias para cegos, devidamente mantidos pela trela, e acompanhando cidadãos portadores de deficiência visual.
  2. Poderá ser exigido ao visitante o depósito na receção do Paço dos Duques, durante o período de visita, de objetos que pela sua natureza ou dimensões sejam eventualmente prejudiciais à segurança e à conservação do acervo e das instalações ou ainda possam constituir incómodo para os outros visitantes.
  3. O Paço dos Duques pode recusar a entrada a visitantes que se façam acompanhar por objetos que pelo seu valor ou natureza não possam ser guardados em segurança nas instalações que o Palácio dispõe para esse fim, ou que de algum modo possam perturbar a ordem.
  4. Caso o visitante pretenda guardar na receção objetos que repute de elevado valor, estes devem ser declarados e identificados pelo visitante;
  5. A responsabilidade civil do Paço dos Duques pela guarda de objetos de valor elevado implica por parte do visitante a respetiva declaração e identificação;
  6. O Paço dos Duques pode recusar-se a guardar objetos pessoais do visitante, caso se verifique que estes não podem ser guardados com segurança na área de acolhimento;

7. O Paço dos Duques poderá encerrar ou restringir a entrada por outros motivos, tais como:
7.1. Quando a segurança do acervo ou das pessoas, visitantes ou funcionários, estiver em risco;
7.2. Em casos de cedência de espaços que impliquem o encerramento do Palácio;
7.3. Em determinados eventos oficiais, tais como a presença de Sua Excelência o Presidente da República ou de membros do Governo, se a segurança dos mesmos assim o exigir;
7.4. Por outros motivos considerados pertinentes pela direção do Paço sujeito a autorização da Direção da Direção Regional de Cultura do Norte.

Outras restrições:

Nas instalações do Paço dos Duques, Castelo e à Igreja de S. Miguel, além das restrições à entrada constantes no artigo 16º deste regulamento, os visitantes estão também sujeitos às seguintes restrições, não podendo:

  • Fumar;
  • Tocar nos objetos expostos;
  • Usar flash, tripés e outro tipo de dispositivos de suporte, tais como bastões de fotografia extensíveis ou “selfie-sticks”;
  • Filmar;
  • Comer e beber;
  • Utilizar telemóveis;
  • Correr ou saltar no percurso museológico; </p>
  • Ter qualquer tipo de comportamento que possa incomodar ou pôr em risco a integridade física dos outros visitantes e dos funcionários;
  • Ter qualquer tipo de comportamento que possa pôr em risco a integridade dos monumentos ou dos bens, museológicos ou não, pertencentes aos monumentos.
  • O público escolar está sujeito ainda a regras específicas que são enunciadas no Serviço Educativo.