BOAS-PRÁTICAS

Sabemos que se vai deixar encantar pelo espaço e pelos objetos que temos o gosto de partilhar consigo e contamos com a sua colaboração para nos ajudar a cuidar deste património que a todos pertence.

Para que possa usufruir em pleno deste Paço onde viveu o 1.º Duque de Bragança no século XV, damos-lhe conta das seguintes recomendações:

Informações gerais

  • Respeite todas as instruções dadas pelos vigilantes e técnicos do Paço dos Duques e do Castelo;
  • Os animais não podem entrar, com exceção de cães-guias devidamente identificados.
  • De modo a preservar as coleções não é possível tocar nos objetos expostos; usar flash, tripé e outro tipo de dispositivos de suporte; filmar; comer e beber;
  • Evite comportamentos que possam incomodar ou pôr em risco a integridade física de pessoas e bens.

Informações para visitas em grupo

  • Têm prioridade de aquisição de bilhete de entrada os grupos acompanhados por guia que paguem um único bilhete (pelo grupo), de entre as diversas categorias existentes, sendo que quem pretenda pagar um bilhete por cada um dos elementos do grupo não terá prioridade na aquisição de bilhete;
  • Na posse do bilhete, a entrada no espaço museológico segue a ordem de chegada, quer se trate de um visitante individual ou de um grupo. Apenas é dada prioridade de entrada aos visitantes (individuais ou em grupo) acompanhados pelos técnicos do Paço dos Duques;
  • A entrada no Museu e o percurso da visita têm de ser feitos seguindo as indicações dos vigilantes do Paço dos Duques e do Castelo;
  • Só é permitida a alteração do percurso normal das visitas, em situações excecionais, devidamente autorizadas e quando acompanhados pelos técnicos do Paço dos Duques.